(UEFA)

O presidente da Uefa, Aleksander Ceferin, discordou do encerramento do Campeonato Francês antes de todos os jogos serem realizados.

Em entrevista ao Bein Sports, o mandatário considerou a decisão do governo, tomada em reação à pandemia do coronavírus, como “prematura”, já que outros torneios europeus devem ser retomados nas próximas semanas -o Alemão, por exemplo, recomeça neste sábado (16).

“Minha opinião pessoal é que a temporada foi cancelada muito cedo. Não é o ideal, porque as coisas podem melhorar em questão de semanas e quase todos deverão jogar, exceto alguns campeonatos”, iniciou Ceferin. “Mas, como é uma decisão do governo, o que os clubes podem fazer? Ou a Liga? Eles não podem fazer nada. Para mim, a decisão foi prematura. Mas isso não afeta a Uefa, é um ato deles”, completou ele ao veículo.

No dia 28 de abril, o primeiro-ministro francês, Edouard Philippe, anunciou que a temporada 2019/2020 de todos os esportes não poderia ser retomada até setembro, em razão da pandemia do coronavírus. Dois dias depois, a Federação Francesa de Futebol oficializou o término de sua liga nacional com a atual classificação. Com isto, o PSG foi declarado campeão.

Para Ceferin, a falta de partidas nos próximos meses pode impactar diretamente o desempenho do PSG e do Lyon – ambos estão nas fases finais da Liga dos Campeões, que deve ser retomada pela Uefa.

“Temos dois clubes franceses jogando na Liga dos Campeões e agora eles não jogarão até agosto. Não sei se é bom para eles não jogar e depois ter partidas difíceis e importantes. Mas essa não é minha decisão, e nós a respeitamos”, concluiu.