Lucas Macanhan era o único reserva do São Bento no jogo com o Criciúma. (Divulgação/São Bento)

Nesta segunda-feira (26) a equipe do São Bento viveu certamente um dos momentos mais difíceis para o grupo em 2020. Com 15 jogadores positivados para o novo coronavírus, a equipe que disputa a Série C do Campeonato Brasileiro pediu o adiamento do jogo com o Criciúma, mas o pedido foi negado e o Azulão Sorocabano entrou em campo com 12 jogadores, entre eles o goleiro Lucas Macanhan.

Mas o atleta, que tem passagens pelo Paraná Clube e pelo Athletico Paranaense, não vestiu suas tradicionais luvas e foi para a meta. Diante da dificuldade do clube e com dois goleiros relacionados, ele precisou assumir a função de centroavante. Aos 38 minutos da segunda etapa, Coutinho, meia-atacante do São Bento precisou ser substituído, e Lucas, o único jogador disponível no banco de reservas foi para a linha.

O Azulão conseguiu segurar o empate sem gols e terminou conquistando 1 ponto, mesmo diante desta situação difícil. O técnico Edson Vieira, criticou a decisão da CBF e aplaudiu os jogadores que entraram em campo com garra. A partida foi válida pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série C, e com o ponto conquistado, o São Bento continua na zona de rebaixamento do grupo B, com 9 pontos conquistados em 12 jogos.

Nota oficial do clube

Por meio de nota, o São Bento se posicionou contra a decisão da CBF e afirma que a própria entidade rompeu com os protocolos estabelecidos por ela mesma para a competição. Confira o texto na íntegra.

“O Esporte Clube São Bento não compactua com a decisão da CBF em manter o jogo de hoje. Os protocolos sanitários foram e continuam sendo seguidos pelo ECSB, mas infelizmente um surto de COVID-19 atingiu nosso elenco. Pedimos o adiamento da partida, mas o pleito foi recusado pela CBF, que confirmou o jogo para hoje. Acreditamos que essa decisão coloca em risco todos os profissionais que trabalharão na partida: comissão e atletas do ECSB, comissão e atletas do Criciúma, além dos fiscais, árbitros e apoios. Ao todo, são 15 jogadores testados positivos e mais 02 com sintomas, teremos que relacionar jogadores que estão no departamento médico para que ocorra essa partida. Infelizmente teremos que ir pro jogo sem banco de reservas e com um goleiro atuando na linha”.