Foram divulgadas na noite desta segunda-feira (6) as duas chapas inscritas na eleição da Federação Paranaense de Futebol, que acontece no sábado (11), em um hotel no centro de Curitiba. A chapa “Confiança e Inovação” é liderada por Hélio Cury Filho, filho do atual presidente da FPF, que se lançou porque o pai não pode mais concorrer a eleições. E a chapa “Futebol Forte Paraná” é liderada pelo ex-jogador Ribamar José Denis, mas esta corre risco de ser impugnada.

A eleição, que acontece de quatro em quatro anos, foi marcada para o dia 11 de fevereiro através de um edital publicado no site da Federação Paranaense de Futebol. Os candidatos tinham até as 19h desta segunda para indicar a chapa completa, com candidatos à presidência, vice (sete nomes) e membros do Conselho Fiscal da FPF (cinco titulares e três suplentes).

Os candidatos

A chapa “Confiança e Inovação” já era esperada na eleição da Federação Paranaense. O grupo da situação tem o apoio de ampla maioria dos votantes e é favorita na eleição. A chapa foi referendada por Araucária, Aruko, Iguaçu, Auritânia, Azuriz, Cianorte, Andraus, Coritiba, Cascavel, São Joseense, Hope Internacional, Iraty, Londrina, Nacional, Operário, Paraná Clube, Rio Branco, Toledo, Patriotas, PSTC, Maringá, Alvorada e Verê entre os clubes profissionais. Também as ligas de Campo Largo, Colombo, Guarapuava, São José dos Pinhais e Araucária.

Do futebol amador, Novo Mundo, Urano, Renovicente, União Vila Torres, Desportivo Paranaense, Fortaleza, Olímpico, Sergipe, Grêmio Palmeirinhas, Ipiranga, Imperial, Santíssima Trindade, Tanguá, Iguaçu, São Braz, Bangu, Trieste, Uberlândia, União Ahú, Santa Quitéria, União Vila Sandra, Nova Orleans, Operário Pilarzinho, Combate Barreirinha, Capão Raso, Vasco da Gama, Vila Fanny, Vila Hauer e Ypiranga. Hélio Cury Filho tem 46 anos e é assessor jurídico da Câmara Municipal de Curitiba e advogado especialista em direito desportivo. Caso seja eleito, a família Cury ficará pelo menos vinte anos no comando da FPF.

A chapa “Futebol Forte Paraná” vinha se articulando nos últimos meses, e por dado momento se dava como certo que não disputaria, mas confirmou presença para ser oposição na eleição da Federação Paranaense. No documento que confirma a candidatura do grupo, só o Nacional, do futebol amador de Curitiba, dá apoio à chapa. Segundo o regulamento da eleição, é preciso a assinatura de pelo menos 20 clubes ou ligas, o que dá margem a um pedido de impugnação. Ribamar José Denis tem 60 anos e teve uma longa carreira no futebol – atuou no Pinheiros, no Palmeiras, no Corinthians e no Sport Recife.

O atual presidente da Federação Paranaense

Hélio Cury tem funções na FPF desde 1984, mas assumiu a presidência em 2007, após o afastamento definitivo do então mandatário Onaireves Nilo Rolim de Moura, envolvido em diversas investigações. Daquele ano para cá, Cury só teve oposição real em uma eleição, em 2015, quando Athletico e Coritiba lançaram o ex-deputado Ricardo Gomyde. Mas o atual presidente venceu, como nas duas eleições anteriores e na seguinte, portanto chegando ao final do seu quarto mandato na Federação Paranaense. Hoje, Cury também é vice-presidente da CBF.

Hélio Cury Filho e Ribamar José Denis, candidatos à presidência da Federação Paranaense de Futebol.
Hélio Cury Filho e Ribamar José Denis vão à urna pela presidência da Federação Paranaense de Futebol. Fotos: Reprodução/LinkedIn e Facebook

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Eleição da Federação Paranaense de Futebol terá bate-chapa

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.