Umtiti comemora o gol da classificação da França. (Divulgação/Equipe de France)

A França é a primeira finalista da Copa do Mundo. Em mais uma grande atuação, o time francês venceu a Bélgica por 1 a 0 e segue em busca do segundo título mundial. O gol da vitória francesa foi marcado pelo zagueiro Umtiti, que aproveitou cobrança de escanteio de Griezmann e marcou de cabeça.

Com o resultado, a França alcança a final da Copa do Mundo pela terceira vez na história e busca o segundo título. A única conquista foi em 1998, quando jogou em casa e derrotou o Brasil por 3 a 0 na grande final. Já em 2006, perdeu para a Itália nos pênaltis após empate em 1 a 1.

Os franceses jogam a decisão da Copa do Mundo contra o vencedor de Croácia e Inglaterra, no próximo domingo (15), às 12h (horário de Brasília), no estádio Luzhinki, em Moscou. A segunda semifinal será disputada nesta quarta-feira (11), no mesmo palco da decisão.

Do outro, a Bélgica perde a chance de disputar a final pela primeira vez, mas ainda pode terminar com a melhor campanha da história. Em 1986, os belgas terminaram a Copa do Mundo na quarta posição após perder a disputa do terceiro lugar para a França por 4 a 2.

O jogo

Para a semifinal, o técnico Roberto Martinez colocou Lukaku novamente como centroavante e a principal novidade foi Chadli jogando na ala-direita na vaga do suspenso Meunier. Já o treinador Didier Deschamps mudou apenas uma posição com o retorno de Matuidi, que cumpriu suspensão nas quartas de final, na vaga de Tolisso.

Com bola rolando, a Bélgica teve maior posse de bola durante o primeiro tempo e a França aproveitava as jogadas de velocidade para levar perigo. O primeiro lance de perigo foi em chute de fora da área do meia Matuidi e o goleiro Courtouis, bem posicionado, defendeu em dois tempos.

Já a resposta dos belgas deu um grande susto nos torcedores franceses. Hazard chutou cruzado de dentro da área, Varane desviou de cabeça e evitou que a bola entrasse. Na sequência do lance, Alderweireld ficou com o rebote da cobrança de escanteio e chutou no canto para grande defesa de Lloris.

A França continuou apostando nas jogadas em velocidade para tentar abrir o placar ainda no primeiro tempo. Mbappé deu ótimo passe para Giroud no meio da área, mas o camisa 9 pegou muito mal na bola e sequer acertou a meta. Depois, o camisa 10 lançou Pavard e o lateral ficou na frente do gol. Ele chutou com força e Courtois salvou a Bélgica com o pé.

Na volta para o segundo tempo, o jogo continuou equilibrado com chances para os dois lados. Logo nos primeiros minutos, Lukaku recebeu cruzamento na direita e cabeceou por cima do gol. A França respondeu também em jogada de bola aérea, teve sucesso e abriu o placar. Após cobrança de escanteio, o zagueiro Umtiti subiu mais que o adversário e cabeceou. A bola bateu em Fellaini e parou no fundo das redes.

Após sofrer o gol, a Bélgica mudou pela primeira vez na partida e colocou Mertens na vaga do apagado Dembele. E foi justamente o atacante quem cruzou a bola na área na cabeça de Fellaini. O meia levou a melhor sobre o marcação e cabeceou muito perto da trave.

A segunda aposta para mudar a equipe foi a entrada de Carrasco na vaga de Fellaini. Com a equipe ainda mais ofensiva, a Bélgica rondou a área francesa em busca do gol de empate e a melhor chance foi em chute forte de Witsel, mas o goleiro Lloris salvou novamente.

Nos acréscimos, a seleção belga colocou Batshuayi para jogar na frente ao lado de Lukaku, mas não criou mais nenhuma chance de perigo. Em contrapartida, deixou a defesa completamente exposta e só não levou o segundo gol graças a uma grande defesa de Courtois em chute rasteiro de Tolisso.

FICHA TÉCNICA
FRANÇA 1X0 BÉLGICA

Local: Saint Petersburg Stadium, São Petersburgo (RUS).
Data: Terça-feira, 10 de julho de 2018.
Horário: 15h (horário de Brasília).
Árbitro: Andrés Cunha (URU).
Assistentes: Nicolas Taran (URU) e Maurício Espinosa (URU).
Árbitro de vídeo: Massimiliano Irrati (ITA).

França: Lloris; Pavard, Varane, Umtiti e Lucas Hernández; Kanté e Pogba; Mbappé, Griezmann e Matuidi (Tolisso); Giroud (Nzonzi).
Técnico: Didier Deschamps.

Bélgica: Courtois; Alderweireld, Kompany e Vertonghen; Dembélé (Mertens), Fellaini (Carrasco), Witsel e Chadli (Bathsuayi); De Bruyne, Lukaku e Hazard.
Técnico:
Roberto Martinez.

Cartões amarelos: Hazard, Alderweireld e Vertonghen (BEL); Mbappé e Kante (FRA).
Gol:
Umtiti (FRA), aos 6′ do segundo tempo.