E a decisão do Estadual 2016 será mesmo a imaginada por todos, no início do ano. Atlético e Coritiba são os dois representantes do estado na Série A do Brasileirão e por isso tendem a ter elencos mais fortes que os concorrentes. De início, quem deu as cartas foi o Paraná Clube. Mas por não ter um elenco homogêneo, acabou caindo de produção na reta final, principalmente devido ao cansaço dos seus titulares, que jogaram quase todas as partidas. Mesmo assim, por pouco não eliminou o Furacão e chegou à final contra o Coxa.
Serão dois Atletibas especiais. No momento o Coritiba se mostra mais equilibrado, com um sistema mais definido, e com ótimo rendimento individual de seus atletas. O Atlético passa por momentos mais turbulentos. Vem de derrota na final da Primeira Liga, e ainda sequer definiu um 11 titular. No entanto, tudo pode mudar após a primeira partida. É perfeitamente possível o rubro negro vencer na Arena e obter vantagem para o jogo final, no Couto.
A produção de vários titulares atleticanos está muito abaixo da média. Principalmente Wálter e Marcos Guilherme. Ambos não estão jogando metade do que podem. Se desencantarem, a equipe ganharia muito e poderia equiparar forças com o Coxa. Pelo lado alviverde, as coisas andam muito melhor. O artilheiro Kléber vem marcando em quase todos os jogos. E o sistema defensivo se encaixou. Ceará, Lucas Claro, Juninho e Carlinhos, com o ótimo goleiro Elisson, formam a melhor defesa do campeonato. O Coritiba não sofre gols há muito tempo.
Para o primeiro jogo as duas equipes perdem titulares fundamentais. Otávio desfalca o Atlético e Juan o Coritiba. Para o Furacão, é mais difícil substituir Otávio, pois não tem no elenco reserva com suas características. O substituto Deivid é bom jogador, mas limita-se mais a marcar e não tem a saída de bola qualificada do titular. Juan é o craque do campeonato. Fará falta. Mas tanto Tiago Lopes, como Vinícius, vem entrando muito bem nos jogos e decidindo as partidas. Com Tiago Lopes, muda menos as características, já que também é meia. Com Vinícius, o time fica mais rápido e ofensivo.
Quem vai ser o campeão? Não sei. O que sei é que serão dois jogos de arrepiar.