Bárbara vai disputar a Copa do Mundo pela quarta vez na história. (Divulgação/CBF)

A goleira Bárbara vai disputar pela quarta vez na carreira a Copa do Mundo. Com isso, a camisa 1 da seleção brasileira vai igualar uma marca história de Andréa Suntaque, com quatro participações, recorde no futebol feminino. Ela disputou os Mundiais de 2007, 2011, 2015 e agora, em 2019.

“Eu aprendi muito com a Suntaque, eu pude disputar duas Copas com ela, e agora estou indo para a minha quarta. Ela é uma baita de uma goleira, foi um espelho muito grande para mim. Eu fui reserva dela em duas Copas. Nesta eu vou buscar a titularidade”, declarou Bárbara, em entrevista à CBF TV.

Com a camisa do Brasil, Bárbara foi vice-campeã da Copa do Mundo de 2007 e ainda conquistou a medalha de prata nos Jogos Olímpicos de 2008. Mas a história da goleira com a seleção brasileira começou ainda em 2006, na única vez que o país subiu no pódio em um Mundial sub-20.

“Começou lá em 2006, quando pude disputar a minha primeira Copa do Mundo pela Seleção Feminina Sub-20. Foi muito marcante pra mim, porque a gente conseguiu a medalha de bronze contra os EUA na disputa dos pênaltis. Nós conseguimos trazer a primeira medalha Sub-20 em uma Copa do Mundo. E eu lembro que defendi três pênaltis para sermos campeãs”, comentou.

Em 2019, Bárbara terá Aline e Letícia como companheiras de meta na seleção brasileira. As três jogadoras se preparam para a Copa do Mundo, que começa para o Brasil no próximo domingo (09), às 10h30 (horário de Brasília), em Grenoble.