São José dos Pinhais terminou a Superliga B em quarto lugar. (Divulgação/São José dos Pinhais)

A primeira competição encerrada de forma precoce no calendário do vôlei brasileiro foi a Superliga B Feminina. Em reunião realizada por videoconferência com representantes dos clubes, a maioria decidiu pelo término da competição em virtude da pandemia do covid-19, o novo coronavírus.

Com a definição dos clubes, o São José dos Pinhais, representante paranaense na competição, terminou em quarto lugar e ficou sem a vaga para a elite. Os dois times que garantiram o acesso para a temporada 2020-2021 foram Brasília e Itajaí.

“Foi uma videoconferência com representante de cada clube e mais dois representantes da CBV. Foi proposto para a gente duas situações: a primeira delas foi o encerramento da competição obedecendo a tabela de classificação e a segunda opção era esperar um pouco a questão de todos os decretos de cada governador de estado e a situação do covid-19 para decidir o rumo do campeonato em uma reunião em abril. Cada clube tinha direito a votar e a maioria decidiu pelo encerramento da competição”, explicou Alex Paiva, técnico do São José dos Pinhais.

Com o término da Superliga B, o São José dos Pinhais aguarda o retorno do calendário do vôlei após a pandemia do novo coronavírus para montar o elenco para a disputa do Campeonato Paranaense. “As atletas teriam contrato conosco até o começo de abril. Nós vamos acertar os compromissos firmados com cada atleta e elas retornam para suas casas. Assim que a situação normalizar, a gente volta a conversar para fechar o elenco para a disputa do Paranaense”, comentou o treinador.