Bárbara Domingos. (Ricardo Bufolin/CBG)

Com o adiamento dos Jogos Olímpicos de Tóquio para julho de 2021 e a suspensão por tempo indeterminado das competições esportivas pelo mundo, os atletas tentam de qualquer forma manter o preparo físico mesmo respeitando a orientação de permanecer em casa. A ginasta curitibana Bárbara Domingos, que ainda sonha com uma vaga na Olimpíada, afirmou que tenta manter os mesmos horários de treinamentos.

“Eu sigo o horário normal de treinamento. Quando eu treino no ginásio, treino dois períodos – manhã e tarde – e estou seguindo mais ou menos esse ritmo. De manhã, eu faço uma preparação física, aeróbico e fortalecimento. À tarde, eu preparo mais o corpo, preparações físicas específicas da ginástica e tenta fazer alguns elementos da série em casa, mas sem o lançamento por falta de altura”, declarou Bárbara Domingos, em entrevista à Banda B.

A curitibana iria disputar em maio o Campeonato Pan-Americano de Ginástica Rítmica, nos Estados Unidos, que seria a última chance para garantir a vaga na Olimpíada. Depois da confirmação do adiamento do torneio, as ginastas do Brasil não seguiram juntas em Aracaju, local de treino da seleção brasileira, e cada uma retornou para sua casa.

Mesmo com a suspensão do calendário faltando um mês para a competição classificatória, a ginasta concordou com a decisão e segue com o sonho de disputar os Jogos Olímpicos. “Foi bem difícil porque a gente ainda não tem a vaga. Agora em maio teria a competição pan-americana da modalidade para ver quem iria competir pelo continente. A gente ficou bem abalada, mas sabe que foi por um bem maior e não tem como ter competições nesses meses por toda a situação. Do jeito que está não tem como [ter as competições], muito menos ter uma Olimpíada”, disse.

“Isso foi muito bom porque a gente vai ter um tempo a mais para se preparar, independente se está treinando em casa. Tóquio-2021 vai ter um gostinho a mais e vai ser a realização de um sonho por tudo que a gente passou. Tenho certeza que Tóquio-2021 vai ser uma das melhores Olimpíadas e uma das mais bonitas”, acrescentou a ginasta.