Curitiba Vôlei perdeu pela quinta vez seguida. (João Neto/Fotojump)

O Curitiba Vôlei perdeu o Osasco/Audax por 3 sets a 0, com parciais de 25-20, 25-21 e 25-18, e segue sem vencer em 2020. A última vitória aconteceu contra o Flamengo por 3 a 0, no dia 20 de dezembro. Desde então, foram cinco derrotas consecutivas.

“Depois da derrota é difícil analisar o jogo, só assistindo de novo o que fizemos de bom e onde pecamos. Não tivemos paciência em alguns momentos, é um time novo e está aprendendo a ter uma regularidade. A partir do momento que tivermos a regularidade e passarmos a responsabilidade para o outro lado, nós vamos incomodar as equipes como Osasco”, analisou a central Valeskinha, em entrevista ao Canal Vôlei Brasil.

O jogo também ficou marcado pela lesão da ponteira Talia ainda no primeiro set. Ao tentar buscar uma bola fora da quadra, a jogadora bateu a cabeça no muro e precisou ser retirada de maca. Ela foi atendida ainda no ginásio, mas não precisou ser levada para o hospital.

“A notícia é boa: a Talia está bem! Durante a partida contra o Osasco, na noite desta terça-feira (28), a ponteira bateu a cabeça contra a base da arquibancada, ao tentar salvar uma bola, dando um susto em todos que estavam acompanhando o jogo. Ela foi retirada de quadra pela equipe médica e atendida ainda no ginásio. Apesar disso, o acidente não foi grave, ela passa bem e não precisou ser encaminhada para o hospital. Em breve nossa menina estará nas quadras novamente. Fica bem, Talia!”, postou o Curitiba Vôlei, em sua conta no Instagram.

Com a derrota em Osasco, o Curitiba Vôlei segue na 9ª colocação da Superliga, com 11 pontos, quatro atrás do Pinheiros, time que fecha a zona de classificação para os playoffs. A próxima partida do time curitibano será na terça-feira (04), às 20h, contra o Minas, terceiro colocado.

 

Ver essa foto no Instagram

 

A notícia é boa: a Talia está bem! Durante a partida contra o Osasco, na noite desta terça-feira (28), a ponteira bateu a cabeça contra a base da arquibancada, ao tentar salvar uma bola, dando um susto em todos que estavam acompanhando o jogo. Ela foi retirada de quadra pela equipe médica e atendida ainda no ginásio. Apesar disso, o acidente não foi grave, ela passa bem e não precisou ser encaminhada para o hospital. Em breve nossa menina estará nas quadras novamente. Fica bem, Talia! 💙

Uma publicação compartilhada por Curitiba Vôlei Oficial (@curitibavoleioficial) em