Duda Nunes é o novo técnico de São José dos Pinhais. (Reprodução/Facebook)

São José dos Pinhais confirmou a participação na Superliga Feminina pela primeira vez na história. O convite para a disputar a competição veio após a fusão do Flamengo com o Sesc e as desistências de Itajaí, Bradesco Esportes e Valinhos por questões financeiras.

A primeira novidade em São José dos Pinhais é o técnico Durval Nunes, o Duda, que comandou o Curitiba Vôlei na última temporada da Superliga. “Foi uma coisa muito rápida. São José dos Pinhais recebeu o convite na terça-feira e teve que dar a resposta na sexta-feira. O projeto é muito sério. Eu fui perguntar para uma ou outra pessoa dentro do voleibol e todo mundo me falou que tinha pessoas sérias e iria dar tudo certo. Estou esperançoso para realizar um bom trabalho”, declarou, em entrevista à Banda B.

O treinador ainda destacou que a meta de São José dos Pinhais é chegar aos playoffs. “É a nossa meta. Precisa esperar um pouco para saber como vão estar as outras equipes. Temos as grandes equipes que já estão montadas, mas outras ainda não. É tentar buscar a vaga entre os oito, assim como foi com o Curitiba, e surpreender bastante gente”, disse.

Formação do elenco

De acordo com Duda, algumas jogadoras já estão apalavradas, mas ainda não assinaram o contrato. “Temos algumas jogadoras apalavradas. A gente teve tempo para responder a CBV na sexta, fazer algumas coisas na segunda, acertar com alguns apoiadores e ajustar com os patrocinadores para contratar. Conversamos com algumas jogadoras e elas mostraram uma aceitação boa pelo projeto. Temos jogadoras apalavradas, mas ainda não tem nada assinado”, afirmou.

Paraná com dois representantes na Superliga

Além de São José dos Pinhais, o estado do Paraná deve contar com a participação do Curitiba Vôlei pela terceira temporada seguida. Na última terça-feira (21), a Confederação Brasileira de Vôlei informou que a participação do time curitibano ainda está sendo analisado pelo jurídico da entidade.

De acordo com a CBV, “o Curitiba apresentou documentação de todas as atletas dentro do prazo estabelecido, mas, diante de uma divergência entre uma atleta e o clube, o jurídico da CBV segue analisando o caso”.

Em vídeo publicado nas redes sociais, a diretora do Curitiba, Gisele Miró, confirmou a participação da equipe na Superliga. “Nos últimos 30 dias o Curitiba foi detonado com matérias inverídicas. Quem conhece o projeto, quem conhece a minha pessoa sabe da seriedade, sabe que tinha alguma coisa muito errada na história toda”, comentou.

“Eu não esperava… eu preferi ficar quieta. Porque eu vi que uma vírgula que eu falasse poderia ser mal interpretada por pessoas que queriam fazer mal para o Curitiba Vôlei. Hoje eu queria falar para vocês que demos a volta por cima, estamos ressurgindo das cinzas, como uma verdadeira fênix, sempre com o espírito que os torcedores sempre colocaram de time de guerreiras. Sei da dificuldade da economia mundial, mas sei também que existem empresários que conseguem enxergar oportunidade na crise e vamos tentar fazer o que a gente sempre fez, que é focar no time e colocar o projeto acima de qualquer coisa. Somos uma equipe jovem, uma equipe menor, que está sempre entre os grandes”, acrescentou a diretora.

Ouça a entrevista com o técnico Duda Nunes, de São José dos Pinhais