Etapa deste domingo foi realizada em Santa Cruz do Sul. Foto: Divulgação/Stock Car

Ricardo Maurício, sem dificuldades na primeira corrida, e Rubens Barrichello, na segunda, em disputa marcada por acidente nos boxes, foram os vencedores da etapa dupla de Santa Cruz do Sul da Stock Car, neste domingo.

Depois de uma boa largada, Ricardo Maurício não teve ameaças durante a primeira corrida, que contou com disputas de outros pilotos para abrir uma distância que chegou a quase cinco segundos em relação ao segundo colocado.

Tricampeão da Stock, Ricardo Maurício vem de vitória na segunda corrida do Velocitta, quando teve o argentino Julian Santero em seu encalço. Desta vez, foi Rubens Barrichello quem esteve em 2º por mais tempo, especialmente após um abandono de Átila Abreu.

O 3º lugar também foi digno de disputa entre Daniel Serra e Andi Jakos. O argentino conseguiu ultrapassar e se segurou na posição apesar da proximidade do adversário.

A segunda corrida teve um contexto dramático. Barrichello ficou com a vitória, seguido por Matías Rossi e Gabriel Casagrande. Porém, o momento da corrida aconteceu ainda na metade. Um acidente entre Denis Navarro e Pedro Cardoso nos boxes atingiu o carro de Bruno Baptista, que estava recebendo sua manutenção.

Três mecânicos foram atingidos no momento. Estavam todos conscientes, segundo a reportagem da Band, e dois deles foram levados de ambulância para avaliação do acidente. A prova continuou sob safety car até que os boxes fossem liberados para a continuação da prova.

Corrida 1

A largada foi conturbada para a maioria dos pilotos, com batidas logo na primeira volta. Felipe Massa, por exemplo, saiu da prova nesse começo. Ricardo Maurício se manteve tranquilo na liderança e passou a abrir distância, enquanto Rubens Barrichello e Átila Abreu disputavam a 2ª posição, além de Daniel Serra e Andi Jakos pela 4ª. Átila, inclusive, ficou na pista na oitava volta. O carro parou repentinamente, ocasionando uma bandeira amarela no local. Nelsinho Piquet também abandonou.

Gabriel Casagrande foi subindo no grid e protagonizou uma boa disputa com Bruno Baptista. Usando o botão de ultrapassagem, ele conseguiu passar o carro do adversário e apertou o pé para se manter à frente. Perto do final, a maioria dos pilotos preferiu se preparar para a segunda corrida em vez de disputar posições na primeira.

Corrida 2

Na segunda prova, como é costumeiro na Stock Car, houve a inversão dos 10 primeiros colocados da primeira corrida. O décimo colocado é o primeiro; o nono, o segundo e assim sucessivamente. Por conta disso, Cacá Bueno assumiu a liderança. A corrida teve um momento inusitado protagonizado por Guilherme Salas, que correu durante quase 10 minutos com o capô de seu carro levantado. Depois, ele abandonou a prova.

Pedro Cardoso também fez uma boa disputa com Cacá Bueno pela primeira posição, mas isso beneficiou Ricardo Zonta, que ultrapassou os dois com tranquilidade. Após a disputa, Cacá Bueno ainda foi ultrapassado por Matías Rossi e caiu para a 4ª posição. Ele ainda cometeu um erro e saiu da pista, descendo até a 16ª posição.

Três carros se engalfinharam na hora da saída dos boxes. Denis Navarro tentou sair, Pedro Cardoso não aliviou e eles se chocaram com o carro de Bruno Baptista, além de três mecânicos terem sido atingidos. A ambulância foi chamada e o safety car precisou entrar na pista. Os três mecânicos estavam conscientes e dois foram levados de ambulância do local.

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Ricardo Maurício e Barrichello ganham na Stock Car em dia de acidente nos boxes

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.