A briga pelo primeiro lugar de audiência teve reviravoltas na noite de terça-feira (6). A Globo teve bons resultados com a estreia de “Sob Pressão – Plantão Covid”, mas perdeu a liderança na sequência e chegou a ficar atrás da Record por 46 minutos.

O episódio da série médica registrou 19 pontos na Grande São Paulo segundo medição do Ibope Kantar (cada ponto representa cerca de 74 mil domicílios na região). Trata-se de um aumento de 1 ponto (6%) na faixa de horário com relação às últimas 4 terças-feiras. Já o share (participação no número de TVs ligadas) foi de 32%.

Atores de Sob Pressão – Plantão Covid. Foto: Divulgação

A Globo também comemorou uma aumento de 545% no número de comentários em redes sociais com relação à estreia da terceira temporada, em 2019. Foram três trending topics mundiais relacionados ao programa (#SobPressaoPlantaoCovid, Sob Pressão e Marjorie [Estiano, uma das protagonistas da série]).

Porém, o bom resultado não segurou a audiência no canal. Assim que a série saiu do ar, parte do público migrou para a Record, que exibida a formação da quarta roça de A Fazenda 12. O reality show rural bateu recorde da temporada, com 14,4 pontos de média e 25% de share.

No confronto direto com “Tapas e Beijos”, que entrou na programação depois de “Sob Pressão”, a Record ganhou. Das 23h42 às 0h22, foram 14,4 pontos de média contra 12,1 pontos da Globo. Ao todo, a emissora paulista chegou a ficar 46 minutos à frente da concorrente carioca.

Enquanto isso, o SBT (que exibida o filme “Sing – Quem Canta Seus Males Espanta” no Cine Espetacular) marcou apenas 5,9 pontos.