O jornalista Paulo Henrique Amorim morreu na madrugada desta quarta-feira (10), aos 77 anos.

Atualmente na Record, ele trabalhou em vários veículos de comunicação. Segundo a emissora, o jornalista passou mal em casa, no Rio de Janeiro. A suspeita é que tenha sofrido um infarto.

Segundo a assessoria de imprensa do canal, ainda não há informações sobre o velório. Ele deixa uma filha e a mulher.

Paulo Henrique Amorim morreu aos 77 anos – Reprodução TV Record

Amorim trabalhou em TVs como Globo, Manchete, Bandeirantes e Cultura. Atuou também no jornal A Noite e nas revistas Realidade e Veja. Estava na Record desde 2003.

No mês passado, o jornalista foi afastado da apresentação do programa Domingo Espetacular, mas continuava contratado do canal.

Amorim também mantinha na internet o blog Conversa Afiada, de conteúdo alinhado aos governos do PT nas gestões Lula e Dilma.

Após 16 anos na Record, Paulo Henrique Amorim havia sido afastado no mês passado do Domingo Espetacular, programa que apresentava havia 13 anos.

Em nota, a emissora informou que ele ficaria “à disposição de novos projetos”.