Após ser reintegrada ao trabalho na TV Globo pela Justiça, Izabella Camargo e a emissora chegaram a um acordo milionário para que a jornalista deixe a empresa.

De acordo com o colunista Ricardo Feltrin, a profissional deve receber cerca de R$ 1 milhão por danos morais. Os direitos trabalhistas no ato da demissão, já haviam sido pagos anteriormente.

Izabella Camargo – Divulgação

Em troca da bolada, a moça não poderá mais afirmar que a Síndrome de Burnout – distúrbio psíquico de caráter depressivo, precedido de esgotamento físico e mental intenso, com a qual foi diagnosticada – foi causada pela Globo.

Para a oficialização do acordo, ainda é necessária a aprovação da 24ª Vara do Trabalho.

Vale lembrar que, após ser demitida pela emissora ao voltar de uma licença médica, a profissional recorreu à Justiça para ser reintegrada ao trabalho.

Depois do parecer favorável do juiz, que determinou a volta dela sob pena de multa de R$ 10 mil por dia, o canal se recusou, a princípio, a receber Izabella. Contudo, com a chegada de um oficial de Justiça, admitiu Camargo em suas dependências.

Ainda de acordo com o colunista, Izabella deve ser anunciada em breve como nova contratada da Jovem Pan.