SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – A cerimônia do Emmy Internacional, que premia profissionais e produções da televisão mundial, escolheu o especial de Natal do Porta dos Fundos como melhor comédia, na noite desta segunda-feira (25), em Nova York.

“Se Beber, Não Ceie”, do Porta dos Fundos – reprodução

O especial “Se Beber, Não Ceie”, disponível na Netflix, foi escrito por Fábio Porchat, que também está no elenco, junto com Antonio Tabet e Gregorio Duvivier, colunista da Folha de S.Paulo. Trata-se de uma paródia da última ceia de Jesus Cristo e outros eventos bíblicos e do filme “Se Beber, Não Case!”.

“Hack the City também foi premiada

Outra produção brasileira premiada foi “Hack the City”, da National Geographic, escolhida a melhor série curta.

Marjorie Estiano concorreu ao prêmio de melhor atriz por sua atuação na segunda temporada de “Sob Pressão”, da Globo. A atriz brasileira foi superada pela húngara Marina Gera, por seu trabalho em “Orok Tel”.

Raphael Logam concorreu à categoria de melhor ator por “Impuros”, da Fox, mas quem levou foi o turco Haluk Bilginer, por “Persona”.

O Brasil esteve presente em grande parte das categorias. “Ópera Aberta – Os Pescadores De Pérolas” HBO (programa artístico); “A Primeira Pedra’, do canal Futura (documentário); “Um Contra Todos”, da Fox (série dramática); “Magnífica 70”, da HBO (programa em língua estrangeira do horário nobre); “Se Eu Fechar Os Olhos Agora”, da Globo (filme para TV ou minissérie).

Entre os jornalísticos, foram indicados uma reportagem da TV Globo sobre a Coreia do Norte e outra, da mesma emissora, sobre o assassinato da vereadora Marielle Franco e de seu motorista Anderson Gomes.