Os fãs da série “A Casa de Papel” vão ter a oportunidade de participar de uma experiência imersiva semelhante à trama da terceira temporada da série da Netflix, quando a turma liderada por Salvador/Sergio Marquina (Álvaro Morte) rouba o Banco da Espanha.

(Foto: Reprodução

 

O edifício do antigo Banco de São Paulo, prédio tombado pelo Condephaat (Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Artístico e Turístico), no centro de São Paulo, servirá de cenário para que os brasileiros possam simular, em realidade virtual, o que acontece na série.

“É uma das séries internacionais mais bem-sucedidas e com uma recepção especial aqui no Brasil, então queríamos trabalhar para oferecer aos fãs da série a oportunidade de participar dessa experiência imersiva”, diz Ignacio Bachiller Ströhlein, CEO da Fever, que diz acreditar que a série desperta o desejo do público de “querer viver em primeira pessoa.”

A experiência será paga, está prevista para ser inaugurada em abril e não tem data defrinida para terminar. Os interessados podem acessar o site La Casa de Papel Experience para comprar os ingressos, que variam entre R$ 75 a R$ 150. Em parceria com Netflix, a empresa de tecnologia Fever também terá espaço semelhante em Paris, na Casa da Moeda (La Monnaie), e em Madri, no Palácio de Alhajas, no mesmo período.

Ströhlein diz que a simulação será completa e cheia de adrenalina, com a reprodução holográfica dos personagens da série. “Será cheia de ação, realidade e momentos memoráveis, todos conduzidos pelos melhores atores. Além disso, as pessoas de São Paulo podem desfrutar de um lugar histórico.”

“A Casa de Papel” conta a história de um grupo de assaltantes que invade a Casa da Moeda espanhola para imprimir bilhões de euros, contada em duas temporadas. Inicialmente a série foi transmitida pela rede espanhola Antena 3, até que, no final de 2017, a Netflix adquiriu seus direitos.

Lançada em junho de 2019, a terceira e mais recente temporada foi a primeira produzida pela Netflix, e nela os anti-heróis estão ricos e preparam um novo crime, agora contra o Banco da Espanha. Em 2018, a série levou o Emmy Internacional de melhor drama. A quarta temporada já foi confirmada pela plataforma de streaming, mas ainda não tem data de estreia.