O canal Sexy Hot e o site Pornhub anunciaram a disponibilização de alguns conteúdos gratuitamente para entreter o público que está cumprindo quarentena devido ao risco de disseminação do novo coronavírus.

Reprodução

A estratégia é semelhante a que já vem sendo feita por canais de assinatura e serviços de streaming. A Globoplay, por exemplo, decidiu até mesmo reduzir a qualidade de seus vídeos para poder atender um maior número de pessoas.

O canal Sexy Hot anunciou que vai liberar, por tempo indeterminado, dez filmes gratuitos no site (www.sexyhot.com.br), e mais nove produções de longa e curta duração, por meio da plataforma Video on demand (VOD) das operadoras de TV por assinatura.

Para facilitar a busca por esse material gratuito, o canal criou a categoria “Fique em Casa” nas duas plataformas.

Já o Pornhub liberou a assinatura premium gratuitamente, sendo necessários apenas fazer um login para ter acesso aos seus produtos. O site já tinha feito a liberação para países mais afetados pelo Covid-19, como Portugal, Itália e Espanha.