(Foto: Reprodução)

Em maio de 2017, Danilo Gentili foi condenado a pagar multa de R$ 1 mil ao dia ao jornalista Gilberto Dimenstein, do Catraca Livre, por mensagens ofensivas em suas redes sociais.

O processo se deu por causa de uma crítica feita ao texto do site que fez uma matéria comentando uma publicação que o apresentador fez em seu Instagram pessoal. No post em questão, Gentili comparava a sua assistente Juliana Oliveira, que é negra, com um chocolate.

Na ocasião, o site o acusou de “objetificar a mulher, reduzindo-a a um mero pedaço de comida”, além de fazer “uma alusão da cor da pele de Juliana a um chocolate”. Em resposta, Danilo Gentili disparou:“Vocês são burros e não sabem ler? Ou são apenas jornalistas de m… que não conferem as coisas? (…) A mesma Juliana que vocês sequer cogitaram ouvir, mas estão a usando para c… Que vocês e o Dilmainstein (sic) vão pra…”

Para ler a matéria completa no MSN clique aqui.