O cantor Zé Felipe, 22, e a influenciadora Virgínia Fonseca, 21, usaram suas rede sociais, na noite deste sábado (10), para afastar rumores de que a gravidez do casal seria resultado de um acordo financeiro e inseminação artificial. Sem citar nomes, o músico afirmou que precisava responder uma “gente fina”.

“Só não pego o avião e vou pra cidade dessa pessoa porque essa pessoa não vale o combustível do avião”, afirmou o músico, que é filho do cantor Leonardo, 57, em uma sequência de stories [ferramenta do Instagram que disponibiliza vídeos e fotos por 24 horas]. Ele também pediu respeito a Virgínia e a sua família.

Ze Felipe e Virginia – Instagram

O casal, que está junto há cerca de três meses, anunciou a gravidez do primeiro filho na última sexta-feira (9). Virgínia chegou a mostrar um teste caseiro em seu canal no YouTube e disse que o bebê não foi planejado. “A gente tinha plano de ter filhos, mas ano que vem engravidar para ter em 2022”, afirmou ela.

Zé Felipe afirmou que surgiram boatos mentirosos após o anúncio, negando que tenha pago R$ 500 mil a Virgínia para engravidar e que o bebê tenha sido resultado de uma inseminação. “Ela ganha isso aí, então, se fosse assim, tinha que ser muito mais [dinheiro]. Respeita, cara. Mulher gravida, família…”.

E continuou: “Não tem nada de artificial aqui não, filhão. Aqui foi no método tradicionalíssimo. O cara, além de falar bosta, quer tirar meu mérito”, afirmou o músico, que chegou a questionar Virgínia, que aparece por um momento durante o vídeo.

Virgínia também comentou os boatos em suas redes sociais e chegou a chorar, afirmando que é mentira. “R$ 500 mil por uma gravidez? Eu faço R$ 500 mil em um mês. Eu nem precisava estar expondo isso aqui… Mas porque uma mulher precisa se sujeitar a uma gravidez por R$ 500 mil?”, afirmou.