O ex-diretor da Globo Wolf Maya, 66, está sendo processado pela AMA (Associação dos Moradores e Amigos) por um suposto abandono de sua mansão localizada em Búzios (RJ). Porém, o processo não deveria ser para ele, mas para o proprietário de um outro casarão numa rua ao lado da dele.

Segundo o site Notícias da TV, a ação pública protocolada contra Maya pede uma multa de R$ 35 mil por danos e negligência e a posse do imóvel até que o dono aparecesse. Porém, em contato com o site, o advogado de Maya revelou que a AMA cometeu um erro, já que a casa em questão não é de Maya. Atualmente, é nela que o ex-diretor passa a quarentena.

Foto: Reprodução/Instagram

O processo seria para a casa da rua B e não para a da rua D que é onde ele mora. Agora Maya tenta reverter o caso para que não tenha problemas com a Justiça.

A AMA disse no processo que diversas telhas e madeiras poderiam causar um incêndio e prejudicar os vizinhos do local. O jardim também estaria abandonado o que poderia fazer com que cobras e outros bichos surgissem no local.

Wolf Maya pode ser visto na atual novela da Globo das 21h, “Fina Estampa”. Ele também dirigiu a trama de 2011 e que agora é reprisada em versão especial.