O cantor Wesley Safadão foi uma das primeiras vozes a se manifestar pedindo a volta dos shows presenciais. Agora, o artista se prepara para apresentação em Natal, com público estimado de 4 mil pessoas. Mesmo assim, o músico segue em campanha pela flexibilização das normas de distanciamento social como forma de combate à pandemia de Covid-19.

Foto: Reprodução/Instagram

Para o cantor, em entrevista ao UOL, o público já ligou o “dane-se” e tem aderido a festas e outros tipos de aglomeração. Ele, que já contraiu o vírus, avalia que a população entendeu que, em algum momento, todos serão infectados.

“A gente não pode ser privado, por isso levantei essa bandeira. Não quero ser o salvador da pátria, mas não estou fazendo só por mim. Eu tinha até opção de ficar quieto e não levar críticas”, disse.

Para ler a matéria completa no portal Metrópoles, parceiro da Banda B, clique aqui.