(Foto: Instagram)

 

A atriz e comediante Tiffany Haddish falou sobre o estupro que sofreu aos 17 anos de idade em entrevista à revista norte-americana Glamour.

De acordo com ela, o caso ocorreu quando ela tinha 17 anos, e o crime foi cometido por um cadete da polícia: “Toda aquela experiência me colocou em uma posição confusa por muito tempo, e acabei indo para aconselhamento.”

“Apenas gritar o nome de pessoas sem nenhum pensamento por trás é sem sentido. Eu preciso de um plano. Eu poderia ser a voz, mas o que uma voz iria fazer – apenas continuar falando? Ou há uma ação por trás dela?”, continuou.

Tiffany ainda explicou que tenta passar a imagem de uma pessoa agressiva como forma de proteção.

“Eu percebi que homens têm medo de mulheres que são agressivas. Então, para proteger a mim mesma, me tornei semiagressiva. Você ouve sobre ‘Tiffany está sempre batendo em alguém’, mas isso é para evitar que eles batam em mim.”

A comediante também contou se inspirar no trabalho do ator Dwayne Johnson: “Tenho estudado bastante ele no YouTube e tal. Estou tipo, se ele consegue 65 milhões de dólares, eu consigo 65 milhões de dólares também”.

“Quero estar na revista Forbes, não pelo dinheiro, mas para ser um exemplo para outros jovens adotivos de que, não importa o quão fundo no poço você esteja, você sempre pode chegar ao topo se acreditar em si”, concluiu.