A atriz Thaila Ayala, 34, anunciou em suas redes sociais neste domingo (7) o lançamento de sua nova marca de roupas. O que ela não esperava era a repercussão negativa que o nome escolhido acabou provocando. Em menos de 24 horas, ela trocou o nome original, VIR.US, pelo novo: AMAR.CA.

Após o anúncio, publicado com uma foto da atriz ao lado do marido, o ator Renato Góes, 33, e duas amigas, Thaila foi questionada sobre a inspiração para a escolha do nome, anunciado com o VIR.US 2020. “A ideia veio do coração, na melhor das intenções”, afirmou ela no Instagram, em meio a muitas críticas.

Foto: Reprodução/Instagram

Seus seguidores, no entanto, afirmaram ser uma escolha de mau gosto, devido ao momento de pandemia que o mundo todo está vivendo.

“Querem capitalizar em cima de 30 mil mortes no Brasil não é só insensibilidade, é oportunismo nojento”, afirmou um internauta. “Mesmo com justificativa e a ‘boa intenção’ é um péssimo branding, sem qualquer tipo de empatia e cuidado”, disse outro. “Surreal a empatia e o amor da marca”, comentou mais um.

Com a repercussão, que incluiu acusações de que a atriz estaria apagando comentários e bloqueando pessoas, Thaila anunciou a mudança do nome da nova marca. “Quero pedir desculpas a todos vocês que apontaram as incongruências. Nunca quis romantizar a pandemia”, afirmou ela em suas redes sociais.

“Entendo que a escolha do nome não foi feliz e não hesitamos em mudar. Jamais quis ser insensível a quem está de luto neste momento delicado. Estamos abertos ao diálogo”, afirmou ela, que disse ter se tornado sócia de duas amigas que foram atingidas pela pandemia e estavam com a produção parada.