O jornalista e advogado Gustavo Negreiros foi demitido hoje (26), dois dias após afirmar, durante programa 96 minutos da rádio 96 FM de Natal, que a ativista sueca Greta Thunberg, de 16 anos, “está precisando de sexo”. Duas das patrocinadoras do programa, a Unimed Natal e a Oral Sin Natal, retiraram seu apoio após a fala de Negreiros, reproduzida pelo Portal A Voz da Bahia.

Gustavo foi demitido após fala

“Ela é mal-amada. Se ela também não gosta de homem, que ela pegue uma mulher, se ela for lésbica. Ela está precisando de sexo. Ela é uma histérica mal-amada. Vá fumar o seu baseadozinho, sua maconha, de volta para a Suécia”, declarou, mesmo sendo lembrado por sua colega de bancada que Thunberg tem 16 anos. Hoje, o radialista declarou a revista Veja que está “muito abalado. Fiz um comentário infeliz, passei do ponto, não consigo me enxergar nas palavras que disse”.

A fala de Negreiros gerou revoltas nas redes sociais. O programa perdeu dinheiro com o caso: três dos quatro patrocinadores saíram.

“Eu estou vivendo em um turbilhão. Estou triste e muito abalado. Fiz um comentário infeliz, já perdi dois empregos, minha vida foi destruída. Passei do ponto, não consigo me enxergar nas palavras que disse”, disse Negreiros.

Confira o vídeo: