(Foto: Reprodução)

 

Paula von Sperling, confinada no “BBB 19”, terá que depor à Delegacia de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância (Decradi) assim que sair do programa. A determinação é do delegado Gilbert Stivanello. Paula, segundo a polícia, é investigada preliminarmente por injúria por preconceito baseada em intolerância religiosa dentro do jogo, após uma conversa com Diego e Hariany sobre Rodrigo (veja vídeo abaixo). As outras falas de Paula consideradas racistas pelos internautas não estão em investigação.

— Ela terá que depor assim que sair do programa. Acordei com a emissora que, na medida em que forem saindo, ela e Rodrigo (vítima) devem ser intimados — afirma o delegado

Para ler a matéria completa no Portal Extra clique aqui.