A assessoria de imprensa da Polícia Federal no Rio informou ao EXTRA nesta sexta-feira que não houve nenhum pedido por parte do casal Bruno Gagliasso e Giovanna Ewbank para que que escolte os atores durante o desembarque deles no aeroporto do Galeão, na Ilha do Governador, com o filho que eles acabam de adotar.

(Foto: Reprodução/Instagram)

A PF afirma que não existe nenhum esquema especial para evitar que o filho Bless, de 4 anos, que foi adotado no Malawi, na África, seja fotografado no aeroporto durante sua chegada ao Brasil.

As informações são do site Extra, para ler a matéria completa clique aqui.