(Foto: Reprodução)

Bruna Linzmeyer fez um balanço a respeito da importância de falar sobre a sexualidade, durante o “Amor e Sexo”, da TV Globo, na última terça-feira (9).

“Eu acho que é um ato político. Porque eu, como mulher e dentro da caixinha que assumo eventualmente como mulher lésbica, como mulher sapatão… eu não sou só isso. Eu sou uma pessoa livre e, às vezes, nem tão mulher, eu sou o que eu quiser”, avaliou.

E não parou por aí: “Mas usar a palavra lésbica, a palavra sapatão, soa muito mais como incômodo do que a palavra gay, que já está naturalizada. Eu acho que é isso, falar sobre as caixinhas e depois sumir com elas”.

Para ler a matéria completa no MSN clique aqui.