Avida financeira de Marrone, que faz dupla com Bruno, está de pernas para o ar. Além de ser processado por um ex-sócio por não pagar uma dívida de R$ 750 mil, a Coluna Leo Dias descobriu que o sertanejo possui mais de R$ 520 mil em pendências financeiras, segundo o Serviço de Proteção ao Crédito (SPC) e Serasa. Segundo documento das instituições, o sertanejo deve desde cartão de crédito, no valor de R$ 867,31, até o pagamento de empréstimo a Cooperativa de Crédito dos Empresários do Secovigo, chegando a dever R$ 65.390,78.

 

Foto: Reprodução

 

No nome de Marrone, constam ainda um registro de inadimplência com a Marco Empreendimentos Imobiliários LTDA. no valor de R$ 16.553,58, onde o sertanejo aparece como fiador, provavelmente, de algum imóvel. Há ainda 13 ocorrências do Serasa, que incluem problemas com bancos e até com comércio atacadistas de cervejas.

Jatinho

A Coluna Leo Dias mostrou que Marrone responde um processo por desfazer a sociedade em uma churrascaria de Goiânia e não pagar R$ 750 mil pela parte do antigo sócio, Eurismar Ferreira. Alguns bens do cantor teriam sido penhorados, inclusive um jatinho. No entanto, o ex-sócio diz que o sertanejo transferiu a aeronave penhorada, o que é ilegal.

Clique aqui para ler a matéria completa do colunista Léo Dias no Portal Metrópoles, parceiro da Banda B.