A cantora sueca Marie Fredriksson, vocalista da banda Roxette, morreu na manhã desta segunda (9), aos 61 anos. Ela lutava contra um câncer há 17 anos. A informação foi confirmada por um comunicado oficial de seu empresário.
“Não faz tanto tempo que nós passamos dias e noites em meu pequeno apartamento dividindo sonhos impossíveis.

Foto: Divulgação

 

E que sonho nós eventualmente pudemos dividir! Estou honrado por ter conhecido seu talento e generosidade. As coisas nunca mais serão as mesmas”, escreveu o guitarrista Per Gessle, seu parceiro musical, em suas redes sociais.
Marie começou sua carreira musical em Halmstad, onde conheceu e ficou próxima de Gessle. Em 1984, a cantora lançou seu primeiro álbum solo, “Het Vind”.

O grupo Roxette, formado por Marie e Gessle, foi fundado em 1986. Com o single “The Look”, do segundo disco, “Look Sharp”, a dupla ficou famosa no mundo inteiro. Com mais de 80 milhões de discos vendidos, hits como “Listen to Your Heart” e “It Must Have Been Love” marcaram os anos 1990.

Em entrevista ao jornal Folha de S.Paulo, em 1999, o grupo falou sobre seu processo criativo e seu álbum “Have a Nice Day”, lançado em fevereiro daquele ano. “Per faz a maioria das músicas. Estou envolvida musicalmente em apenas duas canções desse disco [“Have a Nice Day”]. Per escreve as letras e as músicas, e eu canto algumas delas”, disse Marie.

“Isso só funciona porque nós nos conhecemos há muitos anos. Sei o que Marie vai odiar, o que ela nunca vai cantar e sei o que funcionará”, completou Gessle.

Em 2002, Marie foi diagnosticada com um tumor no cérebro e teve que ficar fora dos palcos até 2009, para afastar-se novamente em 2016 e cuidar de sua saúde. Os últimos shows da dupla no Brasil foram em 2011 e 2012.

Marie nasceu em 30 de maio de 1958, no sul da Suécia. Ela deixa o marido, o tecladista, Mikael Bolyos, e dois filhos.