Luciano Camargo, 47, promete emocionar os telespectadores que sintonizarem a televisão na Record na noite deste sábado (12). O especial de fim de ano do cantor “Tempo com Luciano Camargo” será transmitido a partir das 23h30 na emissora.

O espetáculo foi gravado em um galpão em São Paulo, sem presença de público no local por causa da pandemia de coronavírus, logo após o artista lançar “A Ti Entrego”, seu primeiro álbum de louvores. “Minha ideia era gravar um show nesse formato e lançar somente no digital, mas foi tomando uma proporção maior. Conversei com um grande amigo meu da Record e mostrei um esboço sem pretensão e no outro dia me ligaram, eu só chorei”, afirma Camargo ao F5, por telefone.

Com direção de Fabio Lopes, e supervisão artística de César Barreto, Camargo diz que telas de LED foram colocadas ao seu redor para “cativar a emoção de quem estiver assistindo de casa” -também serão exibidas cenas da próxima novela bíblica da emissora, “Gênesis”, que estreia em 19 de janeiro. “A nossa preocupação era ter conteúdos que falassem através das imagens, associando o que eu estava cantando na música. Sem contar o privilégio único que é passar as primeiras cenas da novela.”

Foto: Reprodução/Instagram

O cantor apresenta suas músicas gospel e regravações, incluindo “Haja Luz” de Laura Morena, escolhida para compor a trilha sonora do folhetim da Record. Para Camargo, o especial vem em boa hora. “As pessoas estão precisando mesmo se voltar para Deus, orar. É um ano totalmente atípico”, afirma o cantor, que recebeu diagnóstico positivo para Covid-19 há algumas semanas, mas se recuperou.

Ele afirma que não foi contaminado durante as gravações e diz acreditar que contraiu a doença após uma viagem que fez a Goiânia para visitar o pai, Seu Francisco, que estava internado e que poucos dias depois, aos 83 anos, morreu vítima de uma parada cardiorrespiratória.

Quanto aos protocolos para gravação do show, Luciano Camargo afirma que é possível trabalhar com segurança. “Respeitando todas as normas, dá para fazer. Por isso tivemos um cuidado excessivo. Todos os profissionais [cerca de 40] fizeram exames e cumpriram as regras de isolamento.”

O cantor afirma que vai assistir ao especial na sala de casa com a família, e com o celular na mão -para receber mensagens dos amigos e familiares. “Vai ser muita choradeira. Sei que gravaram depoimentos da minha mãe e da minha esposa, não sei como vou reagir [risos].”

FUTURO NA MÚSICA GOSPEL

Luciano Camargo se converteu à religião evangélica há cerca de 17 anos, quando se casou com Flávia Camargo, com quem tem duas filhas gêmeas, Isabella e Helena, 10. Ele diz que Deus está cada vez mais presente em sua vida. “Minha aproximação é constante. Tenho plena certeza que estou agradando a Ele com esse projeto, fico imaginando como Ele deve estar feliz.”

Foto: Reprodução/Instagram

“Mas a glória não é minha. Sou a voz disso tudo”, completa Camargo, que pretende lançar outros álbuns de música gospel nos próximos anos, em paralelo à carreira com o irmão, Zezé Di Camargo, com quem faz dupla há 30 anos. Ele recorda ainda que era um pedido antigo de sua mãe, feito há 20 anos. “Todos sabiam que eu tinha essa vontade. Guardei para mim até ficar tudo pronto. Não vou mais parar, tenho certeza disso.”

Camargo conta que pegou o irmão de surpresa ao revelar seu novo projeto. “Ele elogiou muito, terminou dizendo que estava maravilhoso.” Em relação aos boatos de que vai abandonar a carreira no sertanejo, o cantor nega: “Gosto de deixar bem claro que ninguém disse que vamos nos separar, as pessoas falam isso para ganhar curtidas e seguidores”, afirma.

“É apenas a visão de um homem que teve e tem tudo na vida e que agora, através da voz, está devolvendo para Deus aquilo que ganhou de melhor, que é cantar”, acrescenta o cantor, ao revelar que vai lançar seu segundo single, “Obra de Amor”, do álbum “A Ti Entrego”. O primeiro single, “Tempo”, saiu em outubro e, segundo o cantor, foi uma “explosão de sucesso” -a música tem mais de 1,8 milhão de visualizações no YouTube.