Lucas Viana, 28, é o grande vencedor de “A Fazenda 11” (Record). Na noite desta quinta-feira (12), o peão conquistou 59,17% dos votos e levou para casa o prêmio de R$ 1,5 milhão.

(Foto: Reprodução)

Hariany Almeida ficou em segundo lugar com 28,63% dos votos e ganhou um carro. Diego Grossi, que também estava na final, teve 12,20% dos votos e ficou em terceiro lugar.

“Eu não tenho o que falar, estou travado. Eu sou milionário”, disse Lucas. Para Marcos Mion, o modelo, que ficou conhecido como “bebezão” no programa, soube amadurecer ao longo da temporada.

Ele, Diego e Hari tinham em comum o fato de terem sido expulsos de outras competições da TV. Para Mion, os três finalistas buscavam uma redenção.

Lucas foi expulso do reality “Are You The One? Brasil” (MTV), em 2018, após agredir outro participante. Diego saiu do “Power Couple Brasil” (Record), também no ano passado, depois de se descontrolar e partir para cima de outro concorrente, Anderson Felício.

Hariany, por sua vez, deixou o “Big Brother Brasil 2019” (Globo) na véspera da final após agredir a amiga Paula, que se tornou vencedora do reality. Ela era a grande favorita desta temporada, mas viu o prêmio escapar para o namorado.

Lucas e Hariany protagonizaram o principal romance desta edição de “A Fazenda”. O relacionamento, porém, teve muitas idas e vindas. Em determinado momento, quando eles estavam separados, internautas chegaram a pedir a expulsão do peão, porque ele teria cometido assédio sexual ao tocar o corpo da modelo sem o consentimento dela. Até familiares e patrocinadores entraram em cena repudiando os atos.

BALANÇO

“A Fazenda 11” chegou ao fim com a pior média de audiência em toda a sua história: 8 pontos na Grande São Paulo (cada ponto do Kantar Ibope equivale a cerca de 73 mil domicílios). A edição 9, que era a pior até então, teve 8,6. Todas as outras tiveram desempenho acima dos 9 pontos.

O reality também sofreu com as acusações de manipulação por parte do público e pelas muitas polêmicas. Entre elas está a votação da roça entre Hariany e Lucas que foi suspensa no último dia 4. Um dos dois sairia do reality. O motivo do cancelamento da votação, segundo a Record, foram duas falhas cometidas durante a prova do fazendeiro.

O racismo também se mostrou presente no reality. Sabrina Paiva foi vítima de discriminação por um funcionário da produção. Um áudio com ele a chamando de “macaco” foi ouvido por ela e pelos demais participantes na sala. O funcionário foi demitido.

Um caso de assédio se fez presente na temporada e levou a expulsão no dia 30 de setembro de Phellipe Haagensen. Em uma festa, ele beijou à força Hariany. A expulsão, no entanto, só foi determinada pela Record dois dias depois do ocorrido. Até que isso ocorresse, os telespectadores pediam por um posicionamento firme da emissora, algo que demorou a acontecer.

Maus-tratos contra animais também ocorreram por parte de um competidor. Foi Viny Vieira quem jogou um balde d’água em um galo, e mais uma vez o público pediu a expulsão do participante, o que não aconteceu. O programa teve ainda várias discussões entre Andréa Nóbrega, Bifão e Tati Dias.

Na final, Marcos Mion relembrou momentos decisivos, curiosos, engraçados e polêmicos da temporada. Os outros peões estiveram presentes para acompanhar de perto a decisão do público, com exceção de Phellipe Haagensen, que não participou da celebração.