Vivendo em Portugal com os três filhos, Bem e Liz, 4, e Dom, 8, a atriz Luana Piovani comemora o novo momento em que o país vive com a quarentena e o isolamento social. Pelas redes sociais, contou aos seguidores que, em breve, poderão sair mais de casa.

“Vou dividir uma coisinha muito boas com vocês. Ontem saíram as novas notícias sobre a nossa quarentena e a gente vai receber novas diretrizes a cada quinze dias, porque a gente vai observar como foi o andamento desse primeiro passo de liberdade que nos será dado. E, a partir dessa observação, daremos o segundo passo de liberdade”, disse.
Segundo Luana, os filhos já não aguentam mais ficar trancados e também estão comemorando o fato de poderem ver seus amigos.

Luana com a mãe e dois dos três filhos – Instagram

“Estamos começando a sair da toquinha e queria dizer que estou muito feliz. Estou começando a pensar em fazer novamente minhas aulinhas de ioga. Mas agora tudo de máscara, né? Está dando tudo certo”, conta.

Até esta sexta-feira (1) são 49 dias de quarentena. O número de mortes em Portugal ultrapassou 1.000, mas agora a tendência é de estabilização, ao contrário do que deve ocorrer no Brasil.

NAMORO E PASSADO

O namorado da atriz e apresentadora, o jogador de basquete Ofek Malka, postou o emoji de um anel de noivado seguido de um ponto de interrogação na última semana.

Para os fãs de Piovani, a mensagem é um pedido de casamento, o que já gerou repercussão nas redes sociais. “Que querido. Aceita, Luana”, comentou uma seguidora dela. “Apaixonada por vocês”, escreveu outra internauta.
Porém, Luana tem um passado com o ex-marido, Pedro Scooby. Em entrevista ao F5, o surfista afirma que aprendeu a lidar com a exposição por causa de seu relacionamento com a atriz Luana Piovani, com quem ficou por oito anos e teve três filhos.

“Não foi uma coisa que eu busquei. Sempre fui um cara conhecido no meio do surfe, mas não é a mesma coisa. No mundo do surfe as pessoas não invadem a sua vida e falam o que querem. Minha vida pessoal foi invadida e, por isso, vieram muitos seguidores. Eu sou humano igual a todo mundo, é difícil”, explica o atleta, que se diz positivo apesar dos julgamentos.