Conhecido no meio do forró, o cantor e compositor Louro Santos, morreu neste domingo (22) aos 49 anos vítima de Covid-19. A morte do artista foi confirmada por familiares, amigos e colegas de trabalho. Santos lutava contra o novo coronavírus há pelo menos um mês, e estava internado há 15 dias.

(Foto: Reprodução Youtube)

 

Louro Santos deixa a esposa, Nathalia Santos, e dois filhos, um deles, Victor Santos, também cantor como o pai. O corpo do músico foi sepultado no Cemitério Morada da Paz, em Paulista, na Região Metropolitana do Recife, no início da tarde desta segunda-feira (23). Por questões de segurança sanitária, não houve velório e a cerimônia foi restrita apenas à família e pessoas mais próximos.

Nascido em Goiânia, Louro Santos também atuava como compositor, e chegou a trabalhar com nomes conhecidos. A cantora Joelma, inclusive, se manifestou nas redes sociais sobre a morte de Santos. “Perdemos esse grande compositor para a Covid-19. Que Deus te receba e que Ele conforte e alivie o coração de toda sua família. Vamos continuar nos cuidando para que esse vírus não leve mais ninguém que amamos”, escreveu Joelma.

O sanfonista Flávio José afirmou que o “forró hoje amanheceu de luto”. “Neste momento de dor quero deixar meus profundos e sinceros sentimentos aos familiares e amigos deste grande artista, cantor e compositor.” O vocalista da banda Calcinha Preta, Bell Oliver, compartilhou uma mensagem em suas redes sociais. “A música está de luto. Que Deus conforte a família do nosso amigo e o receba em seus braços.” Raí Soares, cantor do grupo

Saia Rodada também escreveu um recado: “Tive a oportunidade de gravar suas musicas, sempre teve minha admiracao, um artista completo, que vai fazer muita falta.” Louro Santos havia feito parte de bandas como Aveloz, Arretados do Forró e Forró da Malagueta, mas nos últimos anos apostava em carreira solo. Antes de receber diagnóstico positivo para Covid-19, Louro Santos se apresentou em Campina Grande, Paraíba, no dia 18 de outubro.