Juliano Laham, 27, não pensou duas vezes antes de aceitar o convite de última hora para participar do Dança dos Famosos 2020. O ator entrou para substituir Henri Castelli, 42, que saiu do quadro porque está se recuperando de uma cirurgia no tornozelo.

“É a primeira vez que me convidam para o quadro e, na hora, a minha resposta foi sim”, contou à reportagem. “Eu aceitei, imediatamente. Confesso que quase comecei a chorar, porque era um sonho meu há anos. Sempre quis participar do quadro, sempre achei legal e motivacional, entende?”

“Fico muito grato por estar participando, ainda mais nesse momento de pandemia, que o pessoal está em casa”, avaliou. “É um cenário triste para todos nós, e se a gente puder levar um pouquinho de alegria para as pessoas, vai me fazer bem.”

Ele diz que não enxerga como desvantagem o fato de ter entrado no elenco depois dos colegas -vale lembrar que a competição em si ainda não havia começado. “Eu não enxergo dessa forma”, afirmou. “Eu acho que a questão do tempo não significa nada. Acredito que que você tem que estar bem com você mesmo, em primeiro lugar. Eu estava bem comigo, recebi o convite, me emocionei, estou aqui, estou me jogando, vou dar o meu melhor e seja o que Deus quiser.”

Juliano admite, no entanto, que ainda está se acostumando com a ideia de ser participante do quadro. “Eu acho que ainda não caiu a minha ficha, para ser bem sincero”, confessou. “Acho que só vai cair quando eu me apresentar lá, pela primeira vez.”

Foto: Reprodução/Instagram

O ator diz que é um grande entusiasta da dança, mas nunca fez nada nessa área profissionalmente. “Eu sempre achei lindo e eu gosto de dançar”, contou. “Vou em baladas, festas de aniversário, sertanejo… Acho que a dança é legal. Faz bem para a alma, faz bem para a vida.”

“Já fiz um curso ou outro, mas, assim, por uma questão de movimentação corporal, até por conta da minha carreira artística”, explicou. “Eu acho que é importante e sempre me diverti. Acredito que, tanto a música quanto a dança, a arte como um todo, conectam as pessoas.”

Apesar de ter uma vida bem movimentada, ela diz que não deu tempo de focar em nada específico relacionado à dança para se sair melhor na competição. “Na vida, eu jogo futebol, tênis e faço musculação. Eu sempre busquei ter uma vida saudável e ativa no esporte, mas, como eu caí meio que de paraquedas, ainda não tive tempo para focar especialmente no Dança dos Famosos”, disse. “Estou cuidando bastante da minha saúde e da minha alimentação, para conseguir ter fôlego e disposição, porque não é fácil.”

Fã do quadro, ele contou que acompanha a atração há anos. “Tenho vários amigos que já participaram, inclusive. E eu torcia para vários deles”, contou. Ele diz que o maior medo é esquecer o passo ao vivo, mas está animado pelo desafio como um todo.

“É uma superação a cada estilo musical, a cada semana”, elogiou. “Você descobre uma coisa diferente no seu corpo, você vê uma movimentação diferente e, com certeza, seja na primeira semana ou na final, você já sai uma outra pessoa, com outra perspectiva.”

O ator não se considera competitivo, mas vai dar o seu melhor. “Se eu ganhar, óbvio que eu vou ficar muito feliz, mas, se eu for eliminado na primeira semana, ou em qualquer outra semana que seja, o importante é participar”, avaliou. “É você se divertir, até porque tenho amigos que estão participando, então a gente tem que se divertir, se jogar, sabe? É esse olhar que a gente tem que ter.”