(Foto: SBT)

Em meio a uma enorme polêmica envolvendo a vida pessoal do cantor Wesley Safadão, a justiça brasileira tomou uma decisão a respeito de um caso que envolvia o forrozeiro indiretamente.

É que uma fã do cantor terá que receber uma indenização de R$ 1 mil da empresa Ingresso Rápido. Isso porque ela havia comprado ingresso para um show do cantor em 2017 que acabou sendo cancelado.

A decisão, que partiu da 1º Vara Cível do Rio, o juiz Jansen Madeira destacou que é “inegável a frustração” da fã, e a empresa, além da indenização, ainda terá que pagar os R$ 30 do ingresso.

Para ler a matéria completa no TV em Foco clique aqui.