A Forbes publicou um relatório nesta sexta-feira (29), acusando Kylie Jenner, 22, e sua mãe Kris Jenner, 64, de mentirem sobre o patrimônio líquido de Kylie e os ganhos sobre sua linha de maquiagem, a Kylie Cosmetics. Segundo a revista, a empresária usou declarações fiscais falsas para ganhar o título de bilionária mais jovem da Forbes.

A Forbes agora estima que Kylie e seu trabalho valham menos do que US$ 900 milhões (R$ 4,8 bilhões). “As Jenners têm mentido sobre isso há anos, desde 2016 – tendo seu contador redigindo declarações fiscais com números falsos- para ajudar a reduzir as estimativas da Forbes sobre os ganhos e o patrimônio líquido de Kylie”, declararam. “Embora não possamos provar que esses documentos sejam falsos (embora seja provável), está claro que a equipe de Kylie está mentindo”, disse a revista.

“Os negócios de Kylie são significativamente menores e menos lucrativos do que a família passou anos levando a indústria de cosméticos e os meios de comunicação, incluindo a Forbes, a acreditarem”, acrescentam.

Foto: Reprodução/Instagram

Ao portal The Post, uma fonte próxima das Jenners disse que a família é movida pela rivalidade entre as irmãs, e que o status de bilionária de Kylie foi um truque de relações públicas. “Todas as meninas Kardashian estão gritando por atenção”, disse a fonte. “Entre a família Kardashian-Jenner, sempre há uma discussão sobre qual das meninas seria mais bem-sucedida e quem tem mais talento”.

A Forbes diz que recebeu, por exemplo, a documentação mostrando que a marca faturou US$ 360 milhões (R$ 1,9 bilhão) em 2018. Mas, na realidade, os registros da Coty, empresa de capital aberto da CoverGirl, mostraram que a Kylie Cosmetics faturou US$ 125 milhões (R$ 678 milhões) em 2018.

“Eles [a família] miraram a Forbes agressivamente para colocar Kylie na capa como o bilionário mais jovem do mundo, e a Forbes se apaixonou por ela”, disse a fonte. “Todo mundo no negócio de marcas de beleza sabia que o patrimônio líquido de Kylie estava inflado”.

Kylie se pronunciou através de uma série de tuítes para seus 33,7 milhões de seguidores. “O que eu estou vendo ao acordar? Eu pensei que esse era um site respeitável”, disse. “Tudo o que vejo são várias declarações imprecisas e suposições não comprovadas, risos. Eu nunca pedi nenhum título ou tentei mentir para chegar lá. Ponto final”.

A empresária citou um trecho da declaração da Forbes, que dizia que ela havia dado declarações fiscais que “provavelmente eram falsificadas”, e se indignou: “Então vocês apenas pensaram que elas eram falsificadas? Sério, o que eu estou lendo?”

“Eu fui abençoada ao longo dos anos, tenho uma filha linda, um negócio de sucesso e estou indo perfeitamente bem”, continuou. “Eu posso citar uma lista das 100 coisas mais importantes agora do que expor quanto dinheiro eu ganho”.

O portal The Post noticiou, horas depois, que o advogado de Kylie está exigindo que a Forbes se retrate sobre a história. “O artigo está cheio de mentiras diretas”, disse Michael Kump, representante da Jenner.

“É triste que, de todas as coisas, a Forbes tenha dedicado três repórteres para investigar o efeito da crise de coronavírus no patrimônio líquido de Kylie”, disse Kump. “Não esperaríamos isso de um tablóide de supermercado, muito menos da Forbes”.