Demi Lovato sofreu uma overdose nesta terça-feira – Foto Instagram

A overdose de Demi Lovato, nesta terça-feira, não foi surpresa para alguns de seus amigos, que relataram ao site “TMZ” terem percebido sinais de alerta da cantora na luta pela sobriedade. Segundo o portal especializado em celebridades, pessoas próximas à artista desconfiaram que ela havia voltado a usar drogas, mesmo antes do lançamento da canção “Sober” (Sóbria), em que a americana revela a agonia do vício.

Um amigo destacou que sabia há semanas que Demi estava em uma “zona de perigo”. Ele a visitou nos últimos dias e percebeu que a cantora passava por momentos difíceis. Um dos sinais de alerta foi uma briga da cantora com seu conselheiro de sobriedade, alguém que a ajudava a se manter longe das drogas. A americana o teria acusado de traí-la em uma discussão no começo do mês.

Apesar dos relatos, o “TMZ” explica que Demi parece ter escondido a batalha de parte de sua vida social. Outros amigos disseram tê-la visitado recentemente e a “achado ótima”.

Demi sofreu uma overdose em casa na terça-feira. Fontes policiais contaram ao site que a suspeita é de uso de heroína. A americana foi encontrada inconsciente e foi reanimada com Narcan — uma droga usada para conter overdoses de opioides. Demi se recupera no hospital e, segundo sua tia Kerissa Dunn, está “consciente e responsiva”

Leia mais AQUI