Foto: Reprodução

Após mais de dois anos desde que Angelina Jolie, 43, pediu o divórcio de Brad Pitt, 55, pela primeira vez, o antigo casal finalmente conseguiu ganhar o status de “solteiros”.

Um juiz determinou que os atores podem voltar a ser legalmente solteiros antes de finalizar o acordo de divórcio, de acordo com documentos judiciais arquivados na sexta-feira (12).

“Ambos os pais estão focados no que é melhor para as crianças”, disse uma fonte ao site americano People depois da decisão judicial. Os atores tiveram seis filhos juntos, e Jolie pediu a custódia das crianças após o divórcio.

Jolie e Pitt se conheceram ao fazerem o filme “Mr. & Mrs. Smith” em 2005, começando a namorar logo após as gravações dele. Em 2014, eles se casaram em uma pequena cerimônia em um castelo no sul da França, mas dois anos depois, em setembro de 2016, Jolie pediu o divórcio alegando diferenças entre os dois.

Desde então, Jolie e Pitt estão em negociações sobre a custódia dos filhos e dividindo suas finanças. Em novembro de 2018, eles chegaram a um acordo temporário de custódia das crianças.

Enquanto isso, Pitt se prepara para o lançamento em julho de seu próximo filme, “Era Uma Vez em Hollywood”, e Jolie está na continuação de “Malévola”, além de permanecer com seu trabalho de defesa internacional.