A atriz Cássia Kis, 62, disse que Jair Bolsonaro deveria “levar uma surra de cinto da mãe dele”, em entrevista à revista Veja publicada na última quarta-feira (8).

Para ela, o comportamento do presidente, de um “homem infantil, que não amadureceu”, piora a situação. “Os absurdos que ele diz são coisas de criança, de homem mimado. O Bolsonaro tinha que levar uma surra de cinto da mãe dele”, acrescentou.

 

Foto: Divulgação

 

Kis também contou aos jornalistas da revista que tem se sentido muito triste durante o período de isolamento contra o novo coronavírus.

“Choro todos os dias e às vezes tenho a sensação de que estou testemunhando o fim do mundo, porque não dá para viver em paz sabendo que tem gente sem ter o que comer, sem acesso à saúde”, relatou.

A atriz está de volta às telas com a reprise da novela “Vale Tudo”, de 1988, que começará a ser exibida no dia 20 de julho na plataforma de streaming Globoplay.

Kis interpreta a vilã Leila, responsável pelo assassinato de Odete Roitman, personagem da atriz Beatriz Segall.