(Foto: Divulgação)

Werner Schünemann fez barulho na televisão brasileira em 2010 com o seu vilão Saulo Gouveia. Passados oito anos, o ator revelou os problemas que teve por conta da entrega ao trabalho para viver ovilão pedófilo, incluindo uma internação na UTI. Dependente de remédios, Schünemann provocou uma crise de abstinência em si mesmo para garantir que o personagem fosse “louco”.

“Fui ficando doente por causa do Saulo. Na época, eu já tinha problemas de pressão alta e colesterol, e tomava remédios, um desses betabloqueadores. E essas coisas dão uma deprimida na gente”, revelou ele ao Notícias da TV. “Eu queria me perder completamente, me ensopar de suor, e isso não acontecia porque os remédios fazem uma limitação química. Liguei para o médico e disse que iria cortar os remédios. Tirei e deu certo. Fiz coisas de uma loucura, psicopatia. Mas num dia de gravação acabei parando na UTI. Poderia ter morrido ou ter tido um derrame, mas faria isso de novo em prol do meu trabalho”, garante.

Para ler a matéria completa no Portal MSN clique aqui.