O ator e cineasta Miguel Falabella, 64, recebeu diagnóstico positivo para Covid-19 há cerca de 14 dias, após se apresentar com a peça “A Mentira”, no Festival Cortinas Abertas no Teatro Santander, em São Paulo.

Ao lado dos atores Frederico Reuter, Alessandra Verney e Zezé Polesssa, Falabella não foi o único a contrair o vírus após a apresentação do espetáculo, que aconteceu no final de semana do dia 13 de novembro. A atriz Zezé Polessa, 67, também recebeu diagnóstico positivo.

Ao F5, Falabella afirmou que está ótimo e que a doença “já passou”. “Não tive sintomas graves graças a Deus”. O artista segue cumprindo a quarentena, que segundo ele, já está em seu 14º dia. Em seu perfil do Instagram, o ator se pronunciou e tranquilizou os fãs sobre seu estado de saúde.

Miguel Falabella – Foto GShow

“Obrigado a todos que estão preocupados, me telefonando, me enviando mensagens. Estou em casa, esperando essa onda passar e ansioso para o retorno da vida, assim como todos. Beijos no coração”, declarou.

Miguel Falabella está em cartaz com a comédia “A Mentira” – adaptação do texto de Florian Zeller – há um ano. Por conta da pandemia, que se intensificou no início do ano, as apresentações foram adiadas. Além de atuar, Falabella assina a direção da montagem.

Em junho deste ano, o artista anunciou sua saída da Globo, emissora na qual permaneceu por 38 anos. Ele estreou TV Cultura, como jurado do programa Talentos. A atração apresentada pelo ator Jarbas Homem de Mello revelou destaques do teatro musical brasileiro.

Sobre o fim de contrato com a Globo, Falabella afirmou que guarda boas lembranças e sorrisos, e revelou que o acordo não se tornou em um mal estar com a antiga empresa. “Cheio de gratidão por todos os companheiros que estiveram ao meu lado nessa jornada e ao público que viu algo em mim que nem eu mesmo via. Obrigado. Eu ia fazer um vídeo, mas nessas horas a gente fica com o coração mole. Como diria Drummond, amanhã eu recomeço”, disse na época, através das redes sociais.