Mais uma vez uma polêmica marca “A fazenda“, reality show da Record. A participante Sabrina Paiva disse ter sido vítima de racismo por parte de um funcionário da produção na terça-feira, antes da prova do fazendeiro. A modelo relatou ter sido chamada de macaca por alguém que estava atrás dos espelhos, onde ficam as câmeras do programa. A assessoria jurídica da peoa já emitiu uma nota oficial cobrando resposta sobre o caso e encaminhou para a emissora e o Ministério Público de São Paulo.

“Buscando assegurar os direitos e garantias individuais de Sabrina Paiva e de todos os brasileiros que hoje, em pleno século XXI, sofrem com o preconceito ou violência racial, que muitas vezes são propagadas de forma velada, estaremos comunicando o Ministério Público do Estado de São Paulo para qu sejam adotadas todas as medidas judiciais cabíveis para punição do autor da ofensa”, diz a nota.

(Foto: Reprodução)

Para ler a matéria completa no Extra clique aqui.