(Foto: Getty Imagens)

 

Em uma época em que basta deslizar o dedo para a direita na tela do celular para decidir se você gosta de alguém, fazer 10 perguntas “críticas” pode ajudar a economizar muito tempo.

Ou ao menos é isso o que recomendam Fiona Shackleton, uma advogada especializada em divórcios, e um grupo de acadêmicos da Universidade de Exeter, que colaboraram em um estudo que analisa as questões chave que os amantes em potencial devem fazer um para o outro antes de embarcar em uma relação séria.

Segundo a pesquisa, realizada entre casais “bem-sucedidos”, advogadaos de família e mediadores, as relações duram mais quando se constroém sobre uma base de amizade, respeito, interesses compartilhadas e expectativas realistas.

Shakleton, que representou inúmeras estrelas, como Paul McCartney, diz que fazer as perguntas adequadas cedo pode salvar de futuras dores de cabeça.

“Mais de 50% das pessoas que me consultam sobre divórcio me dizem que se deram conta que eram basicamente incompatíveis com seus parceiros pouco antes ou nos primeiros momentos de seus casamentos”, diz a advogada, que tem uma experiências de mais de 40 anos no tema.

1. Somos compatíveis? Segundo a pesquisa, muitos dos casais “bem-sucedidos” começaram como amigos primeiro, com uma relação íntima desenvolvendo lentamente. Por isso, os especialistas acreditam que os casais devem se questionar se são compatíveis com base, principalmente, na amizade.

2. Temos uma forte base de amizade? Os especialistas dizem que uma amizade por trás ajudaram casais a superar alguns eventos negativos, como uma briga ou uma aventura amorosa. O estudo também chegou à conclusão que casais separados careciam de uma base sólida de amizade.

Confira a matéria completa na BBC Brasil clicando aqui.