Após fase de testes, a Uber implementará opção de gravar vídeo pelo aplicativo do motorista parceiro. Trata-se de um recurso de segurança que “incentiva a todos a se comportarem da melhor forma possível, sabendo que estão sendo gravados, além de fornecer evidências concretas do que realmente aconteceu em um incidente”, diz Mariana Esteves, gerente de produto do Centro de Desenvolvimento Tecnológico da empresa.

A filmagem como proteção já é usada por alguns motoristas, mas por conta própria e com câmeras tradicionais. Atualmente, o aplicativo apresenta apenas a possibilidade de gravação de áudio e de cadastrar uma câmera veicular, como opção complementar.

Agora, a novidade proposta pela empresa é usar a câmera selfie do smartphone. A gravação é opcional.

Uber lança recurso que grava passageiro pelo app do motorista
Uber lança recurso que grava passageiro pelo app do motorista – Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil

Uma vez habilitado o recurso, a filmagem começa quando o motorista se aproxima do ponto de embarque e termina 20 segundos depois que a viagem é encerrada. A gravação permanece no aparelho do motorista por sete dias.

O passageiro será avisado de que a viagem é gravada antes de embarcar e poderá cancelar o pedido e solicitar outro carro se preferir.

Segundo a Uber, o registro de áudio e vídeo é criptografado e ninguém poderá acessá-lo -nem mesmo o motorista. Em caso de ocorrências, o motorista que abrir uma reclamação terá a opção de enviar o arquivo para que a empresa possa acessá-lo.

As autoridades também podem solicitar acesso às gravações nos casos previstos em lei.

A ferramenta de vídeo passou por testes em Manaus, Recife, Curitiba, São José dos Campos (SP), João Pessoa, Campinas (SP), Santos (SP), Petrópolis (RJ), Itajaí (SC) e Goiânia, além de algumas cidades nos Estados Unidos.

A Uber afirma que o recurso estará disponível em todo território nacional nas próximas semanas.

Como funciona a gravação de vídeo no aplicativo

  • Ativação: a gravação é opcional e utiliza a câmera frontal do smartphone. Uma vez habilitado o recurso, os motoristas parceiros poderão gravar vídeo e áudio de todas as viagens.
  • Tempo de gravação: o registro começa ao se aproximar do ponto de embarque e continua pela viagem, parando 20 segundos depois que a viagem for encerrada– isso porque algumas situações podem ocorrer no momento do desembarque.
  • Privacidade: a gravação de vídeo e áudio permanece criptografada no celular, sem que ninguém possa acessá-la diretamente –nem a Uber e nem o próprio motorista, que não possui a chave da criptografia. O usuário, por sua vez, é informado que sua viagem será gravada antes de embarcar, tendo liberdade para cancelar a viagem e solicitar outro carro, se preferir.
  • Análise de incidentes: se o motorista parceiro abrir uma reclamação, ele terá a opção de adicionar o arquivo com o vídeo em questão. Só então a Uber –que tem a chave da criptografia– terá acesso aos registros. A gravação permanece disponível no dispositivo do parceiro pelo período de sete dias após a viagem, sendo automaticamente apagada após esse período se nenhum reporte de incidente atrelado a ela for realizado.
  • Investigações: As autoridades também podem solicitar acesso a essas imagens compartilhadas pelos parceiros com a Uber, na forma da lei.

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Uber lança recurso que grava passageiro pelo app do motorista

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.