Da Redação com Agência Brasil

O presidente Michel Temer assinou decreto que reajusta em 6,47% o salario mínimo nacional. Com a medida, o aumento de R$ 880 para R$ 937 passa a vigorar no dia 1º de janeiro de 2017. A medida foi publicada nesta sexta-feira (30), no Diário Oficial da União. No Paraná, o mínimo é maior e definido no início de maio.

Foto: Agência Brasil

Em nota divulgada no início da noite de quinta (29), o Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão informou que o reajuste significa um aumento de R$ 38,6 bilhões da massa salarial em 2017. Esse valor representa 0,62% do Produto Interno Bruto (PIB) e, segundo o governo, terá “efeitos positivos na retomada do consumo e do crescimento econômico ao longo do ano”.

No dia 15 de dezembro, o Congresso Nacional aprovou o Orçamento Geral da União para 2017 estabelecendo o novo salário mínimo no valor R$ 945,80. No anúncio oficial do valor, mais baixo, o governo explicou o motivo da alteração. A justificativa está no Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), utilizado para calcular o reajuste do mínimo e que foi menor do que o previsto inicialmente.

“A estimativa para o INPC em 2016 é de 6,74% calculada pelo Ministério da Fazenda, menor do que a previsão de 7,5% realizada em outubro quando do envio da Lei Orçamentária Anual de 2017 […]. No acumulado do ano, até novembro, o INPC está em 6,43%. Em virtude da inflação menor em 2016, o reajuste será menor do que o previsto na LOA [Lei Orçamentária Anual]. Trata-se, portanto, de aplicação estrita da legislação”.

Paraná

No Paraná, o mínimo de 2016 sancionado pelo governador Beto Richa segue vigorando até dia 30 de abril. Saiba os valores por categorias:

Grupo I, destinada a profissionais empregados em atividades agropecuárias, florestais e de pesca: R$ 1.148,40;

Grupo II, que engloba os trabalhadores que atuam em serviços administrativos, empregados em serviços, vendedores do comércio e trabalhadores de reparação e manutenção: R$ 1.190,20;

Grupo III, aqueles que trabalham em atividades industriais, com a produção de bens e serviços: R$ 1.234,20;

Grupo IV, aquela destinada a trabalhadores técnicos de nível médio: R$ 1.326,60.