A produção industrial recuou em 10 dos 15 locais pesquisados na passagem de maio para junho, segundo os dados da Pesquisa Industrial Mensal – Produção Física Regional, divulgados nesta quarta-feira, 7, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Agência Brasil

O Estado de São Paulo, maior parque industrial do País, registrou uma queda de 2,2%. O Paraná ficou em 5º lugar em relação aos estados que mais registraram queda, com índice negativo de 2,3%.

As demais perdas ocorreram no Rio de Janeiro (-5,9%), Pernambuco (-3,9%), Bahia (-3,4%),  Santa Catarina (-1,2%), Região Nordeste (-1,2%), Ceará (-0,9%), Minas Gerais (-0,9%) e Mato Grosso (-0,6%).

Por outro lado, o Pará teve expansão de 4,9%, a segunda taxa positiva consecutiva, acumulando expansão de 68,0% em dois meses de avanços. Houve crescimento ainda no Rio Grande do Sul (2,0%), Amazonas (1,8%), Espírito Santo (1,0%) e Goiás (0,1%).

Na média global, a indústria nacional teve queda de 0,6% em junho ante maio.