Os preços da batata-inglesa, do leite integral e do queijo muçarela aumentaram no Paraná em junho, de acordo com o levantamento do Instituto Paranaense de Desenvolvimento Econômico e Social (Ipardes). Os dados foram divulgados nesta terça-feira (9).

leite e batata
Fotos Ilustrativas: Pixabay

Conforme o Ipardes, o aumento nos preços da batata-inglesa (11,78%) aconteceu em razão da transição das safras e da consequente restrição de oferta do produto, com maior variação em Cascavel (15,32%), seguida por Curitiba (13,57%), Maringá (13,53%), Ponta Grossa (10,26%), Foz do Iguaçu (9,88%) e Londrina (8,30%).

O preço do queijo muçarela teve elevação de 6,94%, enquanto o leite integral subiu 9,10%.

“Apenas o leite, isoladamente, foi responsável por 43% do resultado mensal. Entre os fatores que contribuíram estão a sazonalidade, marcada pela entressafra do inverno, o desestímulo à importação do leite e o agravamento da produção leiteira no Rio Grande do Sul, pelas fortes chuvas do segundo trimestre. O aumento no preço do leite também tem como consequência a elevação de preços de derivados, como foi o caso do queijo muçarela”, disse Marcelo Antonio, diretor de Estatística do Ipardes.

Já as quedas mais significativas foram registradas no feijão-preto (-8,33%), cebola (-5,88%) e feijão-carioca (-5,52%).

“Leguminosas como feijões-pretos e carioca tiveram quedas pelo abastecimento aquecido e uma produtividade satisfatória da última colheita”, explicou o diretor.

PRIMEIRO SEMESTRE

O primeiro semestre de 2024 fecha com o IPR-Alimentos e Bebidas apresentando resultado acumulado de 7,35%, influenciado, principalmente, pelo avanço em leite integral, café, batata-inglesa, queijo muçarela, alho e tomate, que juntos somaram variação semestral de 5,95%.

O custo dos alimentos em 2024, explica o diretor do Ipardes, é reflexo de fenômenos climáticos extremos como a elevação da temperatura, chuvas intensas e períodos de seca que influenciaram a produção agrícola, gerando quebra de safras e menor produtividade. Com isso, parte da demanda interna foi suprida por importados em um cenário de desvalorização cambial.

As safras satisfatórias e o ciclo pecuário favorável ampliaram a disponibilidade de feijão-preto, feijão-carioca e de carnes no mercado interno, contribuindo para a queda no preço desses itens neste intervalo semestral.

De janeiro a junho, 21 dos 35 produtos avaliados no IPR-Alimentos e Bebidas apresentaram alta. Os principais destaques foram batata-inglesa (50,76%), alho (43,75%) e leite integral (32,54%). Já os itens com preços menores foram a banana-caturra (-19,21%), feijão-preto (-12,96%), feijão-carioca (-11,78%), margarina (-6,49%) e contrafilé (-4,79%).

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Preços da batata-inglesa, leite integral e queijo muçarela aumentam no Paraná, aponta Ipardes

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.