Redação com Estadão

A Petrobras anuncia para esta quarta-feira, 26, o aumento dos preços dos combustíveis. O preço da gasolina nas refinarias sobe 1,9% e do diesel, 1,4%.

A nova política de revisão de preços foi divulgada pela petroleira no dia 30 de junho. Com o novo modelo, a Petrobras espera acompanhar as condições do mercado e enfrentar a concorrência de importadores.

Em vez de esperar um mês para ajustar seus preços, a Petrobras agora avalia todas as condições do mercado para se adaptar, o que pode acontecer diariamente. Além da concorrência, na decisão de revisão de preços, pesam as informações sobre o câmbio e as cotações internacionais.

Outro aumento

No último dia 20, o governo decidiu aumentar o PIS e Cofins nos combustíveis  e os postos aumentaram o preço da gasolina pelo país. No Paraná, o preço da gasolina ficou entre R$ 0,40 e R$ 0,70 mais caro nas bombas. O etanol e o diesel também foram reajustados.

No caso da gasolina, a tributação mais que dobrou, passando de R$ 0,38 para R$ 0,79 por litro.

No dia seguinte ao aumento o presidente Michel temer afirmou  era necessário o reajuste. “Isto é o fenômeno da responsabilidade fiscal. E essa responsabilidade fiscal é que importou nesse pequeno aumento do PIS/Cofins. Exatamente para manter, em primeiro lugar, a meta fiscal que nós estabelecemos, em segundo lugar, para assegurar o crescimento econômico, que pouco a pouco vem vindo. Vocês estão percebendo que, aos poucos, o crescimento vem se revelando. Era preciso estabelecer este aumento do tributo para manter esses pressupostos que acabei de indicar”, afirmou.