Antônio Carlos Bizinelli, mais conhecido como Toninho, sempre gostou de cozinhar, fazer jantares para amigos e ajudar em eventos e festas. Mas, profissionalmente, era representante comercial no ramo ótico e vendia armações de óculos no Paraná e em Santa Catarina. 

Embora nutrisse o amor pela cozinha e pela profissão voltada à saúde, ele também sempre gostou de pimentas – porém, produzia somente para consumo próprio. Uma vez ganhou uma sacola de pimentas frescas e, para não estragar, resolveu fazer um molho que rendeu uma panela enorme. Toninho comprou vários vidros, embalou e presenteou alguns clientes.

pimenta-3
Foto: Divulgação

“O sucesso foi incrível… Tanto que começaram a pedir para eu fazer que eles comprariam. Assim começou”.

Antônio Carlos Bizinell

Foi aumentando a quantidade de produtos, e Antônio continuou vendendo óculos, as conservas e pimentas para os donos das óticas e funcionários. Até que precisou escolher: decidiu ir para o ramo da alimentação. Primeiro com um bistrô e depois com uma fábrica de conservas e pimentas que abriu em Guaratuba, litoral do Paraná. “Tenho ajudantes para descascar, embalar, lacrar os vidros e etiquetar, mas na produção só eu coloco a mão”, disse.

pimenta-2
Foto: Divulgação

O negócio estava a todo vapor quando veio a pandemia de Covid-19. Como Toninho estava vendendo consignado para restaurantes, a pandemia atingiu em cheio o mais novo empreendimento, uma vez que os estabelecimentos fecharam.

Desistir? Jamais! Decidiu sair atrás dos clientes.

“Em abril de 2020, no pico da Covid, me chamaram de louco, mas carreguei meu carro de conservas e fui para Londrina, pois as óticas não fecharam durante a pandemia, e vendi tudo que levei em dois dias. Daí não parei mais e, em 2021, voltei a vender óculos também”.

Antônio Carlos Bizinell

pimenta
Foto: Divulgação

Hoje, Toninho percorre todo o Paraná vendendo diretamente para os consumidores e ainda aprendeu a fazer as artes dos rótulos para oferecer conservas e pimentas como brindes para restaurantes, óticas, lojas de automóveis e até aniversários e casamentos. Como diferencial, o empresário conta que os produtos são todos artesanais, sem conservantes.

O abacaxi com pimenta, segundo ele, é um dos preferidos dos clientes. Hoje, ele trabalha feliz se dividindo entre Plano A, que eram os óculos, e o Plano B, que são as conservas.

A dica do empresário:

Qualquer que seja o empreendimento, negócio ou serviço, você tem que gostar do que faz e fazer com muito amor.

Acompanhe Antônio Carlos Bizinelli nas redes sociais clicando aqui.

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Conheça o vendedor de óculos que percorre o Paraná oferecendo conservas

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.