Quatro fábricas de sucos, uma em São Paulo e as outras três em Santa Catarina, foram fechadas por adulteração de seus produtos após fiscalização do Ministério da Agricultura. A ação aconteceu nesta quarta-feira (24) e apreendeu 78 mil litros de suco de laranja integral e 46 mil quilos de sucos concentrados. Os nomes das empresas não foram divulgados.

A pasta identificou irregularidades que incluem a adulteração desses produtos, com substituição de parte da matéria-prima por “fontes exógenas aos da fruta”. Em uma das fábricas, por exemplo, o Ministério da Agricultura constatou a presença de aditivos alimentares, como conservantes, nos sucos.

Foto: Divulgação/Ministério da Agricultura

Um dos estabelecimentos utilizou aditivo da classe dos edulcorantes nas bebidas, substância proibida em produtos desse tipo – os edulcorantes possuem poder adoçante maior que o do açúcar comum.

Segundo o ministério, três das fábricas “já responderam a processos recentes pela prática de adulteração das bebidas elaboradas”. Caso a fiscalização confirme adulteração, as empresas serão autuadas, com multa que pode chegar a R$ 117.051 por lote.

De acordo com o chefe do Serviço Regional de Operações Avançadas de Fiscalização e Combate a Fraudes, Kleber Basso, as empresas só poderão ser reabertas se as práticas irregulares forem “sanadas e aprovadas” pela pasta.

“As empresas fechadas estão proibidas de comercializar qualquer produto até que as práticas irregulares sejam sanadas e aprovadas pelo Mapa [Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento], após nova avaliação. As ações buscam a proteção da cadeia produtiva, visando a justa concorrência e disponibilização de produtos seguros e conformes ao consumidor”, explica.

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Ministério da Agricultura fecha fábricas de sucos adulterados em SP e SC

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.